DEADLINE: BRITBOX Traz Série Sobre os Limites do Jornalismo Investigativo

O app BRITBOX está mostrando uma novíssima minissérie de 4 capítulos com uma trama muito interessante.

Um mulher milionária inglesa é acusada de ter matado o marido. Crucificada pelas autoridades e pela mídia, ela chama um decadente repórter investigativo para fazer uma entrevista com ela em troca dele ir atrás do verdadeiro criminoso.

Por enquanto, vi apenas o primeiro dos quatro episódios. Mas gostei bastante.

DEADLINE tem como protagonista James D’Arcy, ótimo ator londrino visto em DUNQUERQUE e LEONARDO. A femme fatale é Charlie Murphy, a premiada atriz de PEAKY BLINDERS. O elenco ainda tem, como produtora do jornalista, a ótima Indra Ové, mais a romena Anamaria Marinca (no papel da ótima Mrs. Molnar, uma mistura de governanta, advogada e tutora da acusada Natalie e a iuguslava Nina Senecar, como uma atormentada artista plástica que se diz ex-namorada da ré.

Com todos esses elementos, o primeiro episódio foi primoroso sobre os limites de trabalho do jornalista. Até onde ele pode se envolver com a pessoa objeto de sua matéria.

A excelência das interpretações – algo usual nas série britânicas – eleva ainda mais o nível.

Vou certo ver o final de DEADLINE.

The BRITBOX app is showing a brand new miniseries of 4 chapters with a very interesting plot: DEADLINE.

An English millionaire woman is accused of having killed her husband. Crucified by the authorities and the media, she enlists a washed-up investigative reporter to do an interview with her in exchange for him going after the real criminal.

So far, I’ve only seen the first of four episodes. But I really liked it.

DEADLINE stars James D’Arcy, a great London actor seen in DUNKIRK and LEONARDO. The femme fatale is Charlie Murphy, the award-winning actress of PEAKY BLINDERS. The cast still has, as the journalist’s producer, the great Indra Ové, plus the Romanian Anamaria Marinca (in the role of Mrs. Molnar, a mixture of housekeeper, lawyer and tutor of the accused Natalie), and the Yugoslavian Nina Senicar, as a tormented artist that claims to be the defendant’s ex-girlfriend.

With all these elements, the first episode was exquisite about the limits of the journalist’s work. How far a journalist can get involved with the person object of his matter?

The excellence of the interpretations – something usual in British series – raises the bar even further.

I’m sure to see the end of DEADLINE.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s