O CASAMENTO DE MEU MELHOR AMIGO (1997), do australiano P.J.Hogan foi anunciado como o primeiro filme em qua a namoradinha da américa, Julia Roberts iria fazer o papel de vilã.

A personagem dela, Juliane Potter passava o filme inteiro se dedicando a sabotar o casamento de seu melhor amigo e antiga paixão Michael O’Neil (Dermot Mulroney) com a linda e rica Kimberley Wallace (Cameron Diaz).

A cena final do filme, após o casamento dos noivos teria Juliane sozinha e abandonada. Os executivos do estúdio acharam o final deprimente demais. A cena foi reescrita, passando a incluir uma chegada surpresa do amigo gay da protagonista o charmoso George Downes (Ruppert Everett), com quem ela termina bailando e rindo ao som de I SAY A LITTLE PRAY, cantada por Phillip Ingram.

Ficou uma cena final inesquecível.

George Downes: A miséria, a tragédia requintada. The Susan Hayward de tudo. Eu posso apenas imaginar você lá, sentada sozinha em sua mesa, em seu vestido cor de lavanda.

Julianne Potter: Eu lhe disse que meu vestido era lavanda?

George Downes: cabelo desgrenhado. Não tocou seu bolo. Provavelmente tamborilando suas unhas na toalha de linho branco, do jeito que você faz quando está realmente se sentindo abatida. Talvez olhando para aquelas unhas pensando: “Deus, eu deveria ter parado em todo meu plano do mal para ir nesta manicure, mas agora é tarde demais.

Julianne Potter: George, eu não te disse que meu vestido era lavanda.

George Downes: De repente, uma música familiar. E você está fora de sua cadeira em um movimento requintado … perguntando, procurando, cheirando o vento como um veado. Deus ouviu sua pequena oração? Cinderella dançará de novo? E então, de repente, as multidões se abrem e lá está ele: elegante, elegante … radiante com carisma. Estranhamente, ele está no telefone. Mas então, você também. E então ele vem para você … os movimentos de um gato selvagem. Embora você perceba bem que ele é … gay … como a maioria dos homens solteiros devastadoramente bonitos de sua idade, você pensa … o que diabos. A vida continua. Talvez não haja casamento … talvez não haja sexo … mas, por Deus, haverá dança.

 

MY BEST FRIEND’S WEDDING (1997), by the Australian P.J.Hogan was announced as the movie in which the girlfriend of America, Julia Roberts will have her first evil carachter.

Juliane Potter during all the movie was dedicated to finish the marriage of her best friend and passion Michael O’Neil (Dermot Mulroney) with the rich and gorgeous Kimberley Wallace (Cameron Diaz).

The last scene of the movie, after the wedding ceremony, would have Julianne alone. The Studio bosses thinked that it was too depressive. The scene was rewrite, including the arrival of the gay friend George Downes (Ruppert Everett), with whom she dances I SAY A LITTLE PRAY, sung by Phillip Ingram.

It was an unforgettable scene.

George Downes: The misery, the exquisite tragedy. The Susan Hayward of it all. I can just picture you there, sitting alone at your table in your lavender gown.

Julianne Potter: Did I tell you my gown was lavender?

George Downes: Hair swept up. Haven’t touched your cake. Probably drumming your fingernails on the white linen tablecloth, the way you do when you’re really feeling down. Perhaps looking at those nails thinking: ‘God, I should have stopped in all my evil plotting to have that manicure, but it’s too late now.

Julianne Potter: George, I didn’t tell you my dress was lavender.

George Downes: Suddenly, a familiar song. And, you’re off your chair in one, exquisite movement… wondering, searching, sniffing the wind like a dapple deer. Has God heard your little prayer? Will Cinderella dance again? And then, suddenly, the crowds part and there he is: sleek, stylish… radiant with charisma. Bizarrely, he’s on the telephone. But then, so are you. And then he comes towards you… the moves of a jungle cat. Although you quite correctly sense that he is… gay… like most devastatingly handsome single men of his age are, you think… what the hell. Life goes on. Maybe there won’t be marriage… maybe there won’t be sex… but, by God, there’ll be dancing.